Petição em Português para o Quinto Dogma Mariano

Petição em Português para o Quinto Dogma Mariano

Encorajamos todas as pessoas para que considerem copiar e enviar pelo correio a seguinte petição (abaixo indicada) a Sua Santidade, o Papa Francisco, apelando-o para que proclame uma definição papal solene de Maria Santíssima como Mãe Espiritual de toda a Humanidade segundo os três principais aspectos: Co-Redentora, Medianeira de todas as Graças e nossa Advogada. Se assim o desejarem, poderão também compor ou adaptar esta petição individualmente, cada um com as suas próprias palavras, e enviá-la para o mesmo endereço postal indicado, podendo agregar o seu nome e endereço no final.

A Sua Santidade, o Papa Francisco
A/c: Rev. Monsenhor Gänswein, Secretário Privado
Palácio Apostólico
00120 Cidade do Vaticano
ITÁLIA

Vossa Santidade:

Em pleno espírito de amor filial e de obediência, nós, como membros do Povo de Deus, desejamos humildemente apresentar-Lhe a nossa petição e oração pela definição papal solene de Maria Santíssima como Mãe Espiritual de toda a Humanidade segundo os três principais aspectos: Co-Redentora, Medianeira de todas as Graças e nossa Advogada.

Nós acreditamos firmemente, Vossa Santidade, que a declaração papal solene da Bem-aventurada Virgem Maria como Mãe Espiritual de toda a Humanidade nos papéis que o próprio Deus Lhe destinou como Co-Redentora, Medianeira de todas as Graças e nossa Advogada, trará decerto grandes graças à Igreja e ao Mundo mediante o reconhecimento solene explícito do Seu papel Maternal por parte da Igreja, e, portanto, permitindo-Lhe exercer plenamente o dom da Maternidade Universal que Jesus Cristo Lhe confiou no alto da Cruz ao dizer: “Mulher, eis aí o teu filho. Filho, eis aí a tua Mãe!” (Jn 19:26-27). Acreditamos, também, que esta mesma proclamação dogmática adiantará a autêntica missão ecuménica da Igreja ao proclamar-se toda a verdade revelada sobre Maria, quem sempre colaborou de uma forma totalmente excepcional na obra da nossa redenção e de uma maneira que foi inteiramente subordinada a Jesus Cristo, o único Redentor Divino de toda a raça humana.

Considerando as inúmeras e graves crises com que toda a família humana se depara no presente, incluindo a guerra, o terrorismo, a declinação moral e os desastres naturais, humildemente solicitamos a Vossa Santidade que declare solenemente o dogma de Maria como Mãe Espiritual de toda a Humanidade, especificando que se trata da Co-Redentora, Medianeira de todas as Graças e nossa Advogada, e promovendo assim uma actualização plena da Sua intercessão Maternal pela Humanidade, o que nós mesmos acreditamos que operará uma profunda e contínua graça histórica para a Igreja e para o Mundo.